Últimos Posts

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Cinema no Bairro

Cinema no Bairro vai ao Jardim Marajó nesta sexta-feira.
O evento contará com distribuição gratuita de pipoca, algodão doce e refrigerante.


A Prefeitura de Marília, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, realizará no próximo dia 27, sexta-feira, às 19h30, o projeto “Cinema no Bairro”, na Rua Vitória Atalah, 155 - Jardim Marajó (em frente ao Centro Comunitário). A entrada é gratuita.

Além da exibição do filme "O Que Será de Nozes?”, sucesso de público nos cinemas, o evento conta com a distribuição gratuita de pipoca, refrigerante, algodão doce e com a apresentação cultural de atrações locais, ou seja, do próprio bairro ou região onde acontece o evento.

O projeto leva este nome porque o objetivo da Secretaria da Cultura é apresentar a sétima arte para os bairros e distritos, onde nem todos têm a oportunidade de frequentar salas de cinema. É plano de ação do atual governo a descentralização da cultura e o Cinema no Bairro é uma destas atividades.

Para oferecer maior conforto aos presentes serão disponibilizadas cadeiras, banheiros químicos (masculino e feminino), limpeza do local, água para consumo e policiamento, além de estrutura de tela de led e projetor.

“Queremos envolver as Associações de Moradores e as lideranças comunitárias para nos auxiliar na divulgação e para que possam solicitar o agendamento para seu bairro pelo telefone 3402- 6600, além de nos indicarem as atrações culturais que serão apresentadas”, diz Taís Monteiro, secretária municipal da Cultura.

“O Que Será de Nozes?”
Sinopse: Quando o teimoso esquilo Surly é expulso de um parque na cidade grande, ele precisa encontrar outras maneiras de sobreviver. Mas o lugar dos seus sonhos está muito perto dele: trata-se de Maury's Nut Store, uma loja repleta de nozes, castanhas, amêndoas. Surly reúne os amigos e bola um plano para invadir o lugar e roubar toda a comida para suportar o inverno.

Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação


Esquadrilha da Fumaça

Esquadrilha da Fumaça realiza apresentações em Marília sábado, dia 28



O EDA, popularmente conhecido como “Esquadrilha da Fumaça”, em parceria com a Prefeitura de Marília – por meio da Secretaria da Cultura, realizará sábado, dia 28, à partir das 16h, uma grande apresentação de demonstrações aéreas. O evento poderá ser acompanhado de perto pela população na área interna do Aeroporto Estadual de Marília “Frank Miloye Milenkovich”, onde haverá também brinquedos infláveis e camas elásticas para a diversão das crianças, e distribuição gratuita de pipoca e algodão doce.



A Esquadrilha da Fumaça, a segunda mais antiga do mundo, localiza-se na Academia da Força Aérea (AFA), em Pirassununga, no estado de São Paulo. Com mais de 3.700 demonstrações realizadas no Brasil e em 21 países, o EDA representa para milhares de pessoas a oportunidade de estabelecer contato, de maneira emocionante e inesquecível, com a Força Aérea Brasileira. A implantação da nova aeronave, mais moderna e compatível com o atual contexto tecnológico, representa o início de uma nova era caracterizada pela inovação e pelo progresso.

No dia 3 de julho de 2015, a Esquadrilha realizou sua estreia com as aeronaves A-29 Super Tucano, mantendo sua tradição e vocação, durante a Cerimônia Militar de Entrega de Espadins da Turma Jaguar na Academia da Força Aérea (AFA), em Pirassununga/SP. 

Toda apresentação conta com sete pilotos em sete aeronaves. Cada posição de voo tem uma função específica, e as manobras são realizadas ora com os sete aviões, ora com quatro, ora com três e ora com um avião, o Isolado. Um oitavo piloto fica em solo realizando a locução. As missões também podem contar com avião de apoio para o transporte de equipe e material. A demonstração tem duração de 35 minutos e conta com cerca de 50 acrobacias.

A demonstração com o A-29 Super Tucano procurou seguir a sequência de manobras que eram realizadas com o avião anterior, o T-27 Tucano, fazendo as adequações necessárias devido ao fato de a aeronave ser mais potente e apresentar maior capacidade operacional. 

A Fumaça também voltou. Outra novidade é a adoção da fumaça ecologicamente correta, baseada no conceito sustentável de não agredir o meio ambiente. 

Duas manobras que não estavam mais sendo executadas pelo T-27: Lancevaque e Chumbóide. São acrobacias que voltaram a ser realizadas pelo EDA, sendo uma combinação de comandos aplicados pelo piloto que provoca uma reação da aeronave que se assemelha a “cambalhotas no ar”. No caso do Lancevaque, os giros são mais verticalizados. Enquanto que o Chumboide tem o perfil mais horizontal. Para o público, traz a impressão de que o avião está descontrolado, mas o piloto tem total controle sobre a aeronave, podendo retornar ao voo normal a qualquer momento. 

História
A Esquadrilha da Fumaça nasceu da iniciativa de jovens instrutores de voo da antiga Escola de Aeronáutica, no Rio de Janeiro, que, em suas horas de folga, treinavam acrobacias em grupo, com o objetivo de mostrar aos cadetes a capacidade e segurança dos aviões, incutindo-lhes confiança e motivando-os para a pilotagem militar. Em 14 de maio de 1952, aconteceu a primeira demonstração oficial. 

Assessoria de Imprensa
Fotos: Divulgação






terça-feira, 24 de maio de 2016

Virada Cultural 2016

Com espetáculos de qualidade, Virada Cultural foi grande sucesso em Marília.
Apresentações agradaram o público e aconteceram nos dias 21 e 22 de maio


Diversidade, qualidade e dois dias de muita cultura! Assim aconteceu a 10ª edição da Virada Cultural Paulista em Marília, com espetáculos para todos os públicos, com música, dança, teatro, filmes e grande variedade de apresentações, que entusiasmaram os visitantes.

A abertura oficial do evento aconteceu no sábado, com Aldo Valentin – coordenador da Unidade de Difusão Cultural, que representou a Secretaria de Estado da Cultura; Taís Monteiro, secretária da Cultura de Marília; Milena Deganuti de Mello, coordenadora da Oficina Cultural Tarsila do Amaral e Alberto Marcondes, produtor da Apaa (Associação Paulista Amigos da Arte).

Para Taís Monteiro, secretária Municipal da Cultura, a Virada Cultural 2016 foi um sucesso, com muita diversidade.

"Marília tem orgulho de ser uma das 23 cidades escolhidas para que essas apresentações acontecessem e que foram um verdadeiro sucesso em nosso município", disse Taís.

O evento é uma realização do Governo do Estado de São Paulo em parceria com a Prefeitura de Marília e com o SESC-SP.

No palco externo, montado na Avenida das Indústrias, a programação ficou por conta das apresentações musicais: Banda Madra, Silva, O Terno, Biquini Cavadão, Rashid, Mariana Aydar e Velha Guarda Mangueira.

O palco interno, sediado no Espaço Cultural e de Lazer “Ezequiel Bambini”, recebeu os espetáculos: Se fosse fácil, não teria graça – de Nando Bolognesi; Only Street Face – Projeto 360º; Verdade Plena – música gospel; Fernando Strombeck; Escola Mariliense de Artes; O Novo Rei de Beleléu – Cia. Ouro Velho; Olha o palhaço no meio da rua – Trupe Koskowisck; Orquestra de Viola Caipira e Coral Canto em Qualquer Canto e Krêo Fidelis.

Mas a Virada contou também com outros palcos, com artistas marilienses e programações exclusivas elaboradas pela Secretaria Municipal da Cultura. Na Biblioteca Municipal houve contação de histórias com Lisbeth Andrade, Cia. Girasonhos (programação da Secretaria de Estado) e Mágico Igor Medeiros.

No Auditório Prof. Octávio Lignelli aconteceu as apresentações de Laerte Marques, Pietra Lincah e do espetáculo Espectro, do Grupo Tuia das Traias; e na Praça Mário Consentino a apresentação do projeto Geração Art Capoeira. Na Sala Municipal de Projeção aconteceu uma maratona de filmes nos dois dias de evento.

Assessoria de Imprensa
Fotos: Divulgação

























quinta-feira, 19 de maio de 2016

Virada Cultural 2016

Dj Rodrigo Bento 



Rodrigo Bento é idealizador e DJ residente do coletivo Pilantragi. Seus sets ecléticos propõem uma viagem pela história da música popular brasileira, do samba aos grooves e do regionalismo ao rock psicodélico – Brasil do Norte ao Sul. Já dividiu o palco com Gilberto Gil, Titãs, Ney Matogrosso e Gal Costa, entre muitos outros.

Trilha entre os shows - dias 21 e 22 no Palco Externo - Av. das Indústrias.

Virada Cultural 2016

Madra

Madra é um conjunto de hard rock formado por Fabricio Mendonça (bateria e voz), Walter Claro (guitarra) e Tiago Pierucci (teclados, voz e efeitos). Os arranjos elaborados e as letras em português (algo incomum no estilo) são o diferencial da banda. Eles são influenciados por Led Zeppelin, Deep Purple e Rush, entre outras. O último álbum do grupo é “Sem Parada”, lançado no fim de 2014.

Domingo, 21/05, às 19h30 no Palco Externo - Av. das Indústrias.

Virada Cultural 2016

Silva

Revelação da nova cena musical brasileira, Silva apresenta o show do seu terceiro álbum, “Júpiter”. Acompanhado por Hugo Coutinho (bateria) e Rodolfo Simor (guitarra e synth), o artista vem aos palcos com um trabalho musical de muita personalidade, que une elementos da música eletrônica contemporânea ao universo da MPB.
Sábado, 21/05, às 21h no Palco Externo - Av. das Indústrias.


Virada Cultural 2016

O Terno.


O Terno é um power trio de rock formado por Tim Bernardes (voz e guitarra), Guilherme d’Almeida (baixo) e Biel Basile (bateria). Em 2012, a banda lançou o primeiro disco, “66”, e em 2014 o homônimo “O Terno”, os dois muito bem recebidos pela crítica e público. Em 2015, o trio tocou no Lollapalooza Brasil e desde então está em turnê por todo o Brasil.

Sábado, 21/05 às 22h30 no Palco Externo - Av. das Indústrias.


Endereço

Rua Lupércio Garrido, 44 - B. Barbosa
Marília/SP
CEP: 17.501-443

Contato

Fone: (14) 3402-6600
E-mail: sc@marilia.sp.gov.br
Facebook: Secretaria Municipal da Cultura de Marília

Atendimento

De Segunda a Sexta
Das 8h às 11h30 e das 13h às 17h30

Blog melhor visualizado em 1600 x 1024 pixels e zoom em 100%

Mais Template - Designed: Blogger Templates - Curioso Curiosidades