Últimos Posts

sábado, 25 de junho de 2016

Teatro Municipal

Show de Moraes Moreira e Davi Moraes é aplaudido de pé no teatro.


“Estou matando a saudade de Marília. Essa cidade é muito especial para mim. Me inspirou na música composta há 35 anos. Estou emocionado mesmo”, comentou Moraes Moreira ao ser aplaudido de pé pelo grande público que lotou o Teatro Municipal “Waldir Silveira Mello”, no show desta terça feira.

A música “Mulher e Cidade Marília ” foi composta em 1981 quando Moraes veio fazer um show no Yara Clube e ao passar diante da Prefeitura Municipal leu a frase escrita no prédio “Marília, Símbolo de Amor e Liberdade. “Estava no ônibus com a banda.Na hora peguei o violão e fiz a canção. Minha esposa na época também tinha o nome Marília”, explicou.

O show “Nossa Parceria” trouxe ao teatro o cantor de 68 anos de idade com o filho Davi Moraes, de 43. Durante uma hora e meia, promoveram o encontro de gerações , apresentando canções inéditas da dupla, clássicos da Música Popular Brasileira e sucessos inesquecíveis desde a década de 60 de Moraes Moreira com “Novos Baianos”, “Dodô e Osmar” e carreira solo. São quase 50 anos de carreira e 40 disco gravados.

“O Davi é meu orgulho. No show a velha e boa intimidade musical lapidada pelo tempo. Emociona mesmo”, afirmou.

Um momento que encantou o público foi a apresentação instrumental de pai e filho apresentando dois chorinhos. Moraes com o violão e Davi tocando bandolim. A plateia aplaudiu de pé. 

A banda também foi destaque com Cesinha(bateria), Marcos Moletta(guitarra e guitarra baiana) e Augusto Albuquerque(baixo). Também são componentes Roberto Stepheson(sax e flauta) e Vander Nascimento (trompete).

Elogios ao novo teatro
“O teatro ficou um espetáculo. Que acústica”. Esse foi o comentário de Moraes Moreira sobre o novo espaço inaugurado recentemente.

O filho Davi emendou. “Além do teatro, um público empolgante. Mexeu mesmo com a gente. Gostei muito de Marília”, afirmou.

Moraes Moreira ficou emocionado quando recebeu durante o show o título de “Visitante Ilustre” da Câmara Municipal, entregue pelo vereador José expedito Capacete. “Deus está me dando essa benção de voltar à Marília ser aplaudido, homenageado e cantar no mesmo tom de 35 anos atrás a canção que essa cidade me inspirou. Emociona. Obrigado mesmo”, afirmou Moraes. 

O filho Davi também não poupou elogios. “Que cidade organizada e limpa. Tem que ser exemplo para outros municípios. Além disso, o teatro é perfeito. Ótima acústica”, afirmou Davi. atualmente casado com Maria Rita, com quem tem uma filha.

Vinicius Camarinha destaca a empolgação do show
O prefeito Vinicius Camarinha destacou a qualidade do show e o momento emocionante da interpretação da canção composta por Moraes Moreira tendo Marília como inspiração. “Moraes faz parte da história da MPB e na apresentação com o filho Davi, ficou perfeito o encontro de gerações. Com o novo teatro, os marilienses voltaram a ter espetáculos desse nível. O teatro é do povo, com uma ótima estrutura. Ele teve investimento com o que há de melhor em tecnologia. Fico satisfeito que artistas de nome como Regina Duarte, Danielle Winits, Adriana Birolli e agora Moraes Moreira e Davi Moraes, que se apresentaram, tenham elogiado as condições técnicas do teatro, além da população”, afirmou.

Inaugurado o saguão Ramis Pedro
Antes do show de Moraes Moreira e Davi Moraes, a Prefeitura Municipal inaugurou o saguão “Ramis Pedro Boassali”.

A proposta foi da vereadora Sônia Tonin. “Ramis foi um marco no teatro em Marília e a homenagem é muito justa”, comentou a vereadora.

Ramis faleceu em 2008, quando tinha 68 anos, ao ser atropelado em São Paulo onde estava participando de um evento para incentivar grupos amadores de teatro. “Ele dedicou 52 anos de sua vida ao teatro, comandando inclusive a Fetalpa(Federação de Teatro Amador da Alta Paulista) e a Escola de Teatro Ramis Pedro, revelando sempre novos talentos. Ele merece ser lembrado”, afirmou o vice-prefeito Sérgio Lopes Sobrinho.

Os filhos de Ramis, Guilherme, Henrique e Gustavo representaram a família na cerimônia.

Durante a inauguração do saguão, houve também uma homenagem para Artur Lopes Garcia, conhecido como “Tuta” e Henrique Pires de Carvalho.

Tuta, falecido em 2014, aos 73 anos, esculpiu uma obra alusiva à dança, instalada no saguão do teatro.

Já Henrique, faleceu em 2015. Foi o responsável pelo painel metálico representando a partitura da Ópera Tosca. A obra com três metros de comprimento por quase dois de altura, pesando 120 quilos, é elogiada por todos também no saguão do teatro. “Obrigado a Ramis, Tuta e Henrique pela grande colaboração. O teatro é o local adequado para eles serem lembrados para sempre”, afirmou a secretária da Cultura, Taís Monteiro. 

Na placa de inauguração consta a seguinte mensagem sobre Ramis Pedro: “Foi nos palcos que ele dedicou sua vida profissional ao teatro amador e à cultura”.

O filho Guilherme diz que a família de Ramis está muito feliz com a homenagem. “Agradeço à Prefeitura pela lembrança por tudo o que meu pai fez pela cultura de Marília. Ele merece mesmo”, destacou.

O prefeito Vinicius Camarinha destacou o grande trabalho pela arte em Marília de Ramis Pedro, Tuta e Henrique Pires de Carvalho. “Um exemplo que precisa ser seguido em benefício da cultura mariliense”, destacou.

Assessoria de Imprensa
Fotos: Wilson Ruiz

Homenagem à artista Roberta Pauli

Artista Mariliense Roberta Pauli é homenageada e premiada em grande evento.



A Comenda “Medalha do Mérito Excelência e Qualidade Brasil” concedida especialmente para a artista pela Braslider-Associação Brasileira de Liderança é a mais alta comenda oferecida atualmente no país por se destacar em sua área de atuação!

Atribuída a Pessoas Meritórias na Sociedade e Famílias, além de Personalidades, Profissionais, Organizações e Empresários e Autoridades Civis e Militares que contribuíram em virtude da sua competência, junto à sociedade, como um exemplo digno de ser seguido por todas as pessoas de boa fé, honestos e de caráter, voltados em prol de uma sociedade mais igualitária, justa e perfeita, foi concedida à artista que também é arquiteta e palestrante.

É, portanto uma Comenda Emérita definitiva, pois perpetuará a gratidão e o reconhecimento, para todo o sempre. Dos que cumpriram por seus méritos e serviços relevantes prestados à Sociedade e se tenham tornado pessoas dignas de especial distinção.

Roberta recebeu prêmio através de um diploma de “Melhores do Ano Categoria Profissional do Ano/Destaque Nacional”, e ainda a Medalha de Comendadora.

“Fiquei muito feliz e emocionada por receber esta Comenda. Muito lindo os dizeres da placa, e significa que eu estou no caminho certo, de fazer o bem sem importar a quem. E que toda a minha história de luta pela vida e as conquistas, consequências desta luta, vem inspirando pessoas”. Disse Roberta Pauli.

A homenageada coleciona manifestações carinhosas de agradecimento de pessoas de várias partes do país como Rio de Janeiro, Roraima, São Paulo, Marília, Tupã e diversos outros municípios pelos depoimentos como palestrante, atividade esta que exerce há pouco tempo. Com isso suas palestras vem ganhando um espaço especial na sua história pois através delas tem a possibilidade de tocar vidas. 

A artista: 
A artista plástica e Arquiteta que trabalha também com design de interiores desde 2001. Iniciou seus trabalhos com artes plásticas em novembro de 2011 por um motivo específico: queria estimular uma área de seu cérebro afetada por um tumor cerebral que teve que retirar no ano de 2010, quando passou por duas cirurgias e posteriormente mais duas, todas bem sucedidos. Ná época descobriu um dom que desconhecia ter: a pintura abstrata. 

Contrariando o diagnóstico de um dos médicos, de que após a cirurgia ela teria que abandonar a arquitetura, pois não conseguiria trabalhar com criação, ela iniciou os trabalhos com artes plásticas e em curto espaço de tempo já vê o resultado de seu trabalho que é sucesso de crítica.

As técnicas utilizadas pela artista é de tingimento em lona, com estamparia e técnicas variadas de pintura. Busca a inovação, com equilíbrio entre formas e cores.

Teve trabalhos expostos no Museu do Louvre, em Paris em 2014, na Feira Internacional de Arte Contemporânea - “Carroussel du Louvre”, expôs por um ano na SAPHIRA & VENTURA GALLERY NEW YORK CITY, NY, bem como participa de outras mostras paralelas com seu trabalho que tem a temática da mulher e ganhou o título de “SHE MOVES IN MYSTERIOUS WAYS”, traduzindo, “Ela se move de maneiras misteriosas”. Roberta participou de diversas Exposições em Marília como: CEJUSC, Galeria M. de Artes, MAPA-Museu de Arte Primitiva de Assis, Galeria Edith Santos de Garça, Hotel Estoril e outras.

Desenvolve projetos industriais, comerciais, residenciais e clínicas e recentemente mudou seu escritório para u espaço mais amplo, seguro e atual que fica na Av das Esmeraldas 3895, PRAÇA CAPITAL, Torre Nova York).

Outros trabalhos conhecidos de Roberta: Loja Oma Tees – foi a primeira artista convidada para fazer a arte da vitrine da Loja, onde fez também a estamparia das camisetas (Shopping Cidade Jardim em SP); Catálogo da grife Micenas; Casa Cor São Paulo; Leilão Objetos do Coração, Organizado pelos atores Otaviano Costa e Flávia Alessandra, para arrecadar fundos para o Hospital do Câncer de Matogrosso e onde doou um de seus painéis para ser leiloado. Em março de 2012 entrou para a Galeria Mali Villas-Bôas e faz parte de seu catálogo de artistas.
Contato 98114-1661


quinta-feira, 23 de junho de 2016

Clube de Cinema

O Invasor.


Dando sequência à programação mensal do projeto “Clube de Cinema na Famema”, convidamos os associados do CCM e especialmente os estudantes de medicina, os Médicos Legistas e os Delegados de Polícia de Marília para assistir ao filme “O Invasor”, com Malu Mader, Mariana Ximenes, Marco Ricca e Alexandre Borges. Narrado em ritmo eletrizante e contando com a brilhante interpretação de Paulo Miklos, que faz o papel de um matador, o filme retrata os problemas do Brasil e de sua juventude, de maneira tal a prender a atenção do espectador do começo ao fim da trama. Logo após, com duração estimada de 25 minutos, haverá comentários sobre Criminalidade e Segurança Pública, pela ex-professora da Unesp Sueli Andruccioli Félix , especialista neste área (Dra. em Geografia Social, ex-acessora da SSP e ex-coordenadora de Análise e Planejamento – Estatística Criminal) . Simplesmente imperdível! 

Serviço:
Dia: 28 de junho de 2016 (terça-feira)
Horário: 19h
Local: Auditório da Unidade de Educação da Famema
Endereço: Rua José DeGrande (ao lado da Marilan).
Apoio: Prefeitura de Marília, por meio da Secretaria Municipal da Cultura

Retirada dos convites: nas sessões de sábado e domingo próximos (25 e 26 de junho) junto ao Clube de Cinema (Piso Superior da Biblioteca Municipal) ou então diretamente no local e hora onde vai ser apresentado o filme. 

Nota: por motivos administrativos, é necessária a apresentação de convite para adentrar o estabelecimento. Há também estacionamento no próprio local.

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Cinema no Bairro

Cinema no Bairro vai ao Distrito de Lácio nesta sexta-feira. O evento contará com distribuição gratuita de pipoca, algodão doce e refrigerante.


A Prefeitura de Marília, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, realizará no próximo dia 24, sexta-feira, às 19h30, o projeto “Cinema no Bairro”, no Poliesportivo do Distrito de Lácio (Av Rio Branco, 922). A entrada é gratuita.

Além da exibição do filme "Epa! Cadê o Noé?”, sucesso de público nos cinemas, o evento conta com a distribuição gratuita de pipoca, refrigerante, algodão doce e com a apresentação cultural de atrações locais, ou seja, do próprio bairro ou região onde acontece o evento.

O projeto leva este nome porque o objetivo da Secretaria da Cultura é apresentar a sétima arte para os bairros e distritos, onde nem todos têm a oportunidade de frequentar salas de cinema. É plano de ação do atual governo a descentralização da cultura e o Cinema no Bairro é uma destas atividades.

Para oferecer maior conforto aos presentes serão disponibilizadas cadeiras, banheiros químicos (masculino e feminino), limpeza do local, água para consumo e policiamento, além de estrutura de tela de led e projetor.

“Queremos envolver as Associações de Moradores e as lideranças comunitárias para nos auxiliar na divulgação e para que possam solicitar o agendamento para seu bairro pelo telefone 3402- 6600, além de nos indicarem as atrações culturais que serão apresentadas”, diz Taís Monteiro, secretária municipal da Cultura.

O Filme/Sinopse:
O filme de aventura é baseado na história da Arca de Noé, só que desta vez fala sobre as criaturas infelizes no lado errado da evolução. Os moradores terrestres Nestrians Dave e seu filho Finny conseguiram entrar na Arca de Noé com a ajuda de Grymp e sua filha Leah. Mas quando a Arca flutua para longe, Finny e Leah acidentalmente caem. Este é o início de uma aventura na qual Finny aprende algo muito importante sobre si mesmo, e que poderá salvar a vida de seu pai e de sua nova galera.

Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação

terça-feira, 21 de junho de 2016

Teatro de Caixeiros

Espetáculo de Teatro Lambe-Lambe nesta sexta em Marília!



Contemplado pelo ProaCSP o evento é gratuito e acontece na Praça Higashi Hiroshima - Emdurb dia 24 de junho, sexta, às 16 horas.

Viajantes é um espetáculo de teatro lambe-lambe, ou seja, pequenas histórias que acontecem dentro de caixas, apresentadas individualmente, estreou em 2013. Para compor este universo, o Teatro de Caixeiros propõe uma intervenção cênica em que os caixeiros “viajantes” chegam ao local para dar início à função e começam com a montagem das suas caixas. A apresentação das histórias se dá partindo de uma encenação dos artistas que alude à poética circunscrita no universo do lambe-lambe e leva o expectador para dentro das caixas onde acontecem as histórias. 

Os espetáculos não se utilizam da palavra articulada. As cenas acontecem a partir das ações dos bonecos e da trilha musical.

O GRUPO: Fundado em 2.012, o grupo foi pesquisador da estética do teatro lambe-lambe e tem como objetivo a difusão e reconhecimento desta estética e circulação do trabalho do grupo com a execução de itinerâncias com apresentações e oficinas em cidades do estado de São Paulo. 

Nasceu da reunião de artistas que conheceram a estética do teatro lambe-lambe através da Cia Andante, tradicional grupo bonequeiro de Itajaí/SC, se encantaram pela manipulação de objetos/bonecos em miniatura e se propuseram a aprofundar as pesquisas em torno dessa linguagem em Ribeirão Preto. Assim fundaram o grupo, um centro de estudos, pesquisas e difusão do teatro lambe-lambe que segue na apropriação da técnica. 

Também criou a oficina Pequenas Histórias, da criação à execução que anualmente é realizada em Ribeirão Preto para formação de novos caixeiros. 

Estética genuinamente brasileira, criada pelas bonequeiras baianas Ismine Lima e Denise di Santos nos anos 80 e inspirada nas antigas caixas de fotografia lambe-lambe. Vários grupos estão pesquisando e fortalecendo esta estética no Brasil e em países da América latina, entre eles está o Teatro de Caixeiros. 

O trabalho é composto por dois ambientes teatrais: uma “estação de trem” e quatro caixas em formato de malas, montadas por um grupo de viajantes que passam de cidade em cidade levando histórias para contar em suas malas, um pequeno universo de magia. A estação atrai a curiosidade das pessoas e no interior das “malas misteriosas” são apresentados, simultaneamente, quatro espetáculos para um espectador por vez. Minutos para se encantar à vontade. 

“Viajantes” já faz parte da história de diversas mostras e festivais, entre elas: Festival de Teatro de Curitiba, II Teia Estadual de Pontos de Cultura, Mostra de Artes Cênicas do Senac, Feira do Livro de Lavras, 28º Festivale, 4º Festival Nacional de Teatro de Ribeirão Preto, XXXVI Feste – Festival Nacional de Teatro de Pindamonhanga, Festival Oxandolá [in] festa, Virada Cultural de São Paulo, Mostra Miró de Artes, Feira do Livro de Ribeirão Preto, Feira do Livro de São Joaquim da Barra, Projeto Teatro nos Parques, Sesc Paranavaí e Mostra Sesc Cariri de Artes. 

O trabalho do grupo já foi premiado no XXXVI Feste – Festival Nacional de Teatro de Pindamonhangaba, com o prêmio de Melhor Cenografia. 

O Grupo ainda oferece pela manhã no mesmo dia, às 9 horas, a Oficina de Iniciação à manipulação de bonecos em miniatura que acontece no Auditório Municipal, Av Sampaio Vidal, 245, entrada pelo Museu de Paleontologia. Os interessados devem ter no mínimo 12 anos. Foram disponibilizadas 20 vagas. As inscrições podem ser feitas com Helder no 3413 9925 ou Denise Campos no 3413 9930.

Com apoio da Prefeitura Municipal de Marília, por meio da Secretaria M. de Cultura, todos estão convidados para apreciar o espetáculo na Praça Higashi Hiroshima, na Av das Esmeraldas às 16 horas onde, anteriormente haverá distribuição de 80 senhas, e o público alvo é, principalmente o infantil.



sexta-feira, 17 de junho de 2016

Reinauguração do Teatro Municipal

Programação de Reinauguração do Teatro Municipal. Todos os espetáculos são gratuitos!
Após a reinauguração do Teatro Municipal "Waldir Silveira Mello", e as apresentações das peças "Bem Vindo, Estranho" de Regina Duarte, "Depois do Amor" de Danielle Winits e "Manual Prático da Mulher Desesperada" de Adriana Birolli, com grande sucesso de público, continua a programação do mês da reinauguração do Teatro Municipal de Marília.


                                          Programação (de 20 a 26 de Junho):                                    


Dia 20 - ACADEMIA DE DANÇA QUEBRA-NOZES
19h30 - "Volta ao Mundo da Dança".

Esta peça de ballet retrata uma viagem imaginaria pelo tunel do tempo, onde a cada parada estará vivendo um grande momento da dança pelo mundo; apresentando assim trechos dos ballet – o lago do cisne - dom quixote - a flauta magica - entre outros ...



Dia 21 - MORAES MOREIRA & DAVI MORAES


19h30 - "Nossa parceria" 

Álbum que celebra a intimidade e a fluidez da conversa de cordas, melodias e versos de Moraes Moreira e Davi Moraes, pai e filho - remonta há 2013, quando Davi começava a gravar um disco seu. Três faixas eram assinadas com o Moraes: "Seu Chico", "Chorinho pra Noé" e "Quando acaba o carnaval".



Dia 22 - CENTRO DE DANÇAS DÉVELOPPÉ
19h - Centro de Danças Développé. 
O Centro de Danças Développé esta na cidade de Marília a quatro anos, sob direção de Yasmin Reis. A escola preza pela qualidade técnica e segurança física das alunas, sendo assim filiada a uma das maiores instituições mundial de ensino de ballet, a Royal Academy of Dance de Londres. O espetáculo consistirá em trechos dos grandes ballets “O Quebra-Nozes” e “Paquita”, com a participação de alunas de 10 a 25 anos de idade.

Dia 22 - BATUKEDOPÉ ESCOLA DE ARTE E SAPATEADO

19h30  - "Tap Vintage". 
O segundo espetáculo da noite, da Academia Batukedopé Arte e Sapateado, é uma viagem às décadas de 50, 60 e 70 em um trabalho de pesquisa e nostalgia que culminou em um espetáculo que preserva a essência do sapateado e também às lembranças de um tempo que não volta mais. 


Dia 23 - CIA TEATRAL QUASILÁ


19h30 - "Trágicos"

O que acontece quando se muda o predestinado? Suas escolhas podem revelar criaturas antes nunca vistas e mudar totalmente o destino. Após interromper processo natural da gestação, talvez irresponsável, uma jovem mulher coloca sua consciência em jogo, em trágicos capítulos de um aborto. Espetáculo traz metáforas sobre uma era “pós-legalização” de ato conhecido também como “feticídio”. O que é legal ou ilegal, moral ou imoral?


Dia 24 - PIETRA LINCAH ESCOLA DE DANÇA


19h30 - "Quem Dança Seus Males Espanta".  

"Dançar traz alegria. A verdadeira alegria de poder expressar e reconhecer, de forma simples e direta, os anseios da alma. Dançar restitui os laços perdidos com a nossa própria essência. Isso realmente quando nos entregamos ao seu movimento como uma onda que brota espontaneamente, de uma forma não racional. Quando deixamos que o movimento se expresse livremente algo que é único em cada um de nós, a dança se revela como uma linguagem corporal subjetiva, rica de significados. Assim, a dança se abre como um caminho maravilhoso para o autoconhecimento, nos libertando de condicionamentos e padrões, encontrando seu ritmo próprio e sua verdadeira fonte de inspiração e renovação. Quem dança é mais feliz."
Yara Aguiar
Pietra Lincah Escola de Danças

Dia 25 - PROJETO GURI


19h30 - O Projeto Guri é considerado o maior programa sociocultural brasileiro e oferece, desde 1995, nos períodos de contraturno escolar, cursos de iniciação musical, canto coral, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopro, teclas e percussão, entre outros.



Dia 25 - BANDA MARCIAL CIDADE DE MARÍLIA



20h30 - Criada em 1995, é composta por 90 integrantes, entre corpo musical, corpo coreográfico, balizas e porta-bandeiras. É mantida pela Prefeitura de Marília, através da Secretaria Municipal da Cultura e conta com o apoio da Associação Cultural da Banda. É constantemente solicitada para abrilhantar eventos culturais em todo Estado de São Paulo e por todo Brasil. Tem participação ativa em eventos oficiais da Prefeitura de Marília. 
Músicas que serão apresentadas: "El Tiburon", "Rolling In The Deep", "Dark Horse", "Smells Like Teen Spirit", "Aquarela do Brasil".




Dia 26 - ORQUESTRA MARÍLIA SINFONIETTA


19H30 - Sob regência do renomado maestro Emiliano Patarra o grupo de Cordas da Orquestra Sinfônica de Marília, Marília Sinfonietta, recebe os solistas João Paulo Mosman (flauta) e Renan Vitoriano (violino) em seu concerto de estréia. No programa obras consagradas do repertório erudito de grandes compositores como J. S. Bach, G. P. Handel, F. Doppler e, para fechar a noite, “Outono” e “Primavera” das Quatro Estações de Antonio Vivaldi.  




                                          Programação (de 13 a 19 de Junho):                                          


Dia 13 - PROJETO TEATRO DA CIDADE


19h30 - "Retirantes"

O espetáculo aborda histórias de vida, caminhos e luta dos nordestinos diante da necessidade de deixar sua terra à procura de perspectivas melhores.

Um espetáculo poético e carregado de emoções. Sua dramaturgia é coletiva, construída a partir de experiências em sala de aula do Projeto Teatro da Cidade com a Turma da Melhor Idade. Elenco: Cacilda, Flor, Elza, Marlene, Nenê, Maria Tereza, Sandra, Lúcia, Francisco, Urbano, Chico de Assis, Natália Alves, Milton Domingos, Marlene Rossi, Izaura Domingos, Maria Matos, Cícero Santos. Direção: Márcio Martins.




20h30 - "Homens Que Usam Terno"

O executivo Saldanha, homem sério e honesto, vê o cargo que ele tanto almejava ser ocupado por um rapaz mais jovem. Frustrado, acaba passando por cima de seus ideais para chegar ao poder.



Dia 14 - PROJETO TEATRO DA CIDADE
19h30 - "Mostras de Cenas"


Dia 15 - TEATRO CRIATIVO
19h30 - "Auto da Compadecida"
Medartes, grupo de teatro do Colégio Criativo de Marília, apresenta uma adaptação da peça Auto da Compadecida, de Ariano Suassuna; Inspirada na literatura de cordel e nos autos medievais, a peça retoma elementos do teatro popular, destacando as personagens João Grilo e Chicó. Ariano Suassuna procura exaltar os humildes e faz uma sátira àqueles que se preocupam apenas com questões materiais. Nas peripécias de João Grilo e Chicó encontramos outras personagens que foram mortos por um cangaceiro, Severino do Aracaju, e que são levados ao julgamento entre as portas do céu e do inferno. Jesus (Manuel) e Maria (A Compadecida) enfrentam o Encourado (o Diabo) enquanto julgam a conduta das personagens durante sua vida terrena. 


Dia 16 - CIA TUIA DAS TRAIA
19h30 - "Espectro"
O espetáculo propõe a discussão sobre um tema de relevância cada vez maior: o autismo. Tema relevante especialmente pela dificuldade de lidar com indivíduos que se comportam e sentem tão diferente do que estamos acostumados. E de relevância cada vez maior pelo aumento inacreditável da incidência de crianças nascidas com as características do chamado “espectro autista”. Falar e pensar sobre autismo é importante para nós e para eles. E é um exercício lindo de respeito e tolerância. Estamos precisando disso.


Dia 17 - SÉRGIO RICARDO
19h30 - "Sérgio Ricardo & Filhos"
Instrumentista, cantor, compositor, arranjador, ator, roteirista, cineasta, diretor, escritor, artista plástico. Sérgio Ricardo é um artista de múltiplos cantos em uma só voz: a da autoexpressão que inspira e convoca para a expressão coletiva. E foi em Marília que toda essa multiplicidade se iniciou. Foi em Marília, há 84 anos, que nascia um multiartista motivado a buscar a coerência entre o que se deseja, pensa, sonha, acredita e faz. 
Sérgio Ricardo mostra um panorama de canções mais representativas de sua carreira em sua apresentação no dia 17 de junho, véspera de seu aniversário. 
Cantor de voz expressiva e pianista de formação clássica, estará a frente de seu instrumento e será acompanhado por seus filhos João Gurgel (voz e violão) e Marina Lutfi (voz e percussão). No repertório estão canções que marcaram sua trajetória como Zelão, Nosso Olhar, Esse Mundo é Meu, além de algumas expressivas canções compostas para trilhas sonoras de filmes emblemáticas como Deus e o Diabo na Terra do Sol, de Glauber Rocha.


Dia 18 - 19h30 - CORAL FEMININO DO BUNKYO DE SÃO PAULO
19h30 - Coral Feminino do Bunkyo 
O Coral da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e Assistência Social foi fundado em 1993 sob a orientação e regência do Maestro Teruo Yoshida, que permanece até os dias de hoje. É conhecido como Coral Feminino Bunkyo. 
É integrado por senhoras isseis, nisseis e sansseis, que se reúnem para os ensaios semanais, ás quintas- feiras , com a finalidade de aprimorar a prática do canto coral e divulgar a cultura japonesa através da música. 
Seu repertório é composto basicamente por músicas tradicionais herdadas do folclore japonês, músicas clássicas, obras de compositores internacionais e músicas brasileiras.


Dia 19 - MEXA-SE FESTAS & EVENTOS
15h - "Frozen"
17h - "Frozen"
A caçula Anna adora sua irmã Elsa, mas um acidente envolvendo os poderes especiais de Elsa, durante a infância, fez com que os pais as mantivessem afastadas. As duas cresceram isoladas no castelo até o dia em que Elsa deveria assumir o reinado de Arendell diante à morte de seus pais. Com o reencontro das duas, um novo acidente acontece e ela decide partir para sempre e se isolar do mundo, deixando todos para trás e provocando o congelamento do reino. É quando Anna decide se aventurar pelas montanhas de gelo para encontrar a irmã e acabar com o frio. 
A Mexa-se Eventos traz esta história cheia de magia, encanto e aventura aos palcos. Venham viver esta grande aventura com um elenco muito especial, divertido e repleto de energia.

domingo, 12 de junho de 2016

Reinauguração do Teatro Municipal

Regina Duarte elogia novo teatro municipal. 

“O teatro de Marília ficou lindo.É ótimo mesmo. É uma incrível honra inaugura-lo”.


Foi esse o comentário da atriz Regina Duarte sobre o teatro Waldir Silveira Mello reinaugurado na última quinta-feira pelo prefeito Vinicius Camarinha e o vice-governador Márcio França. O investimento do governo do Estado foi de R$ 2 milhões e a Prefeitura Municipal investiu mais R$ 1 milhão.

A peça “Bem-Vindo,Estranho” foi a primeira a ser apresentada no novo teatro. “Espero que daqui para frente a programação seja intensa e o público mariliense prestigie plenamente. Parabéns ao prefeito Vinicius Camarinha por essa grande conquista. Uma cidade do porte de Marília não pode ficar sem teatro. É lindo mesmo. Fiquei muito feliz ao saber que em apenas sete minutos os convites sem esgotaram. Um recorde da minha produção. Por isso resolvi abrir o ensaio geral na sexta feira, por volta de 19h00, para a população acompanhar. É merecido”, comentou Regina.

Regina Duarte está com 69 anos e mais de 50 de carreira. Constam cerca de 50 novelas e especiais, além de 20 peças e mais 20 filmes.

Na peça apresentada em Marília, com o teatro completamente lotado, participaram também os atores Kiko Bertholini e Mariana Loureiro que igualmente elogiaram a estrutura do teatro. “O teatro é ótimo. Agora, é mante-lo em plena atividade”, comentou Mariana. Kino fez o mesmo elogio. “Tecnicamente o teatro é excelente”, afirmou.

O prefeito Vinicius Camarinha diz que agora Marília possui um teatro a altura da cidade e sua população. “Fizemos o melhor”.

Durante um mês a programação prevê cerca de 30 espetáculos, todos gratuitamente. Neste sábado, dia 11, a agenda destaca Danielle Winits com a peça “Depois do Amor” e domingo, dia 12, Adriana Birolli apresentando “Manual Prático da Mulher Desesperada”.

Assessoria de Imprensa
Fotos Wilson Ruiz

Endereço

Rua Lupércio Garrido, 44 - B. Barbosa
Marília/SP
CEP: 17.501-443

Contato

Fone: (14) 3402-6600
E-mail: sc@marilia.sp.gov.br
Facebook: Secretaria Municipal da Cultura de Marília

Atendimento

De Segunda a Sexta
Das 8h às 11h30 e das 13h às 17h30

Blog melhor visualizado em 1600 x 1024 pixels e zoom em 100%

Mais Template - Designed: Blogger Templates - Curioso Curiosidades